terça-feira, 5 de junho de 2018

Parada LGBT de São Paulo leva 3 milhões às ruas

Pessoas de todas as idades lotaram a Avenida Paulista, no Centro de São Paulo, neste domingo (3) para a 22ª Parada do Orgulho LGBT que, neste ano, tem como tema as eleições de 2018. O objetivo, também, é buscar a conscientização do público para analisar as propostas dos candidatos direcionadas ao público LGBT.

Viúva da vereadora Marielle Franco, assassinada em março no Rio de Janeiro, a arquiteta Mônica Benício participou da abertura do evento. A atriz Fernanda Lima também esteve presente.

"Não podemos deixar que a LGBTfobia continue matando", disse a apresentadora Fernanda Lima, que foi à Parada vestida de rosa e azul-claro, as cores da bandeira trans. Ao final de sua fala, ainda prometeu trazer o marido, Rodrigo Hilbert, na próxima edição do evento. E completou: "[Ele vem] de drag!"

Algumas pessoas usaram figurinos especiais e se prepararam antecipadamente a fantasia para a festa, que deve começar no início da tarde. Teve quem foi de She-ra e quem se vestiu de bandeiras de diversos países, como Estados Unidos e Brasil. Nem o frio e a chuva fraca afastaram o público, que começou a se concentrar no vão do Masp, a partir das 10h, onde fica o "aquecimento" para o desfile. 

Portal G1



Nenhum comentário:

Postar um comentário