terça-feira, 5 de junho de 2018

Diário de um Louco


O conto fantástico “Diário de Um Louco” (1835), do autor ucraniano Nikolai Gogol, será encenado, no Teatro Apolo, nos dias 08/6 (20h), 09 (20h) e 10 de junho (19h). O texto e adaptação são do carioca/pernambucano Rubem Rocha Filho. A peça aborda questões sociais e políticas através dos devaneios do funcionário público Antonino Barnabé.

A partir de situações inusitadas vividas pelo protagonista, Gogol denuncia assédio no ambiente de trabalho, amor impossível, tratamento mental inadequado, hierarquia social. “Através das cartas de dois cachorros, Antonino descobre aspectos das vidas do diretor da repartição na qual trabalha e da filha, pela qual nutre uma paixão”, adianta Normando Roberto Santos, intérprete do protagonista e responsável pela encenação.

Essas circunstâncias servem de metáforas para Gogol refletir sobre problemas da sociedade. “Por meio da adaptação do conto fantástico de Nikolai, no qual elementos cômicos e dramáticos unem-se de forma clássica, podemos criar um paralelo com a situação política atual do Brasil”, analisa o supervisor artístico Edinaldo Ribeiro.

O espetáculo “Diário de Um Louco” é uma montagem da companhia Haja Teatro que, ao longo dos seus 35 anos de atividades, já contou com nomes conhecidos do teatro pernambucano como o ator, diretor e produtor Paulinho Mafe; e o escritor e ator Marcelino Freire. A peça que já fez apresentações na Região Metropolitana e também no interior do estado, agora retorna ao Recife para mais uma curta temporada. Os ingressos custam R$40,00 (inteira) e R$20,00 (meia).


SERVIÇO
“Diário de Um Louco”, de Nikolai Gogol, adaptação de Rubem Rocha Filho
Dias/Horários: 08 (20h), 09 (20h) e 10 de junho (19h)
Teatro Apolo (Rua do Apolo, 121 – Recife/PE) – (81) 9 9979.5645 / (81) 3355.3320 / (81) 3355.3318
Ingressos: R$40,00 (inteira) e R$20,00 (meia)



Nenhum comentário:

Postar um comentário