quarta-feira, 30 de maio de 2018

PT Nacional não sinalizou alianças em Pernambuco

Na reunião de hoje entre políticos petistas de Pernambuco com a executiva nacional do partido, via teleconferência, a própria presidente do partido, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) afirmou que qualquer sinalização nacional por uma aliança com o PSB não procedia de jeito algum. "Ela inclusive foi muito dura, quando mostramos matérias jornalísticas que afirmavam isso. Trata-se de uma imposição de uma única narrativa", afirma o presidente da CUT-PE e pré-candidato a deputado, Carlos Veras. 

O partido está enfrentando um racha, entre os que defendem a candidatura própria, com o nome da vereadora Marília Arraes; e os que defendem uma aliança com o PSB de Pernambuco, que vai lançar o governador Paulo Câmara à reeleição. O impasse deve ser decidido no próximo dia 10, com a reunião da executiva estadual, em que se tomará a decisão final, através da votação de 300 delegados. 

Em recentes pesquisas de opinião, o nome de Marília está em empate técnico com Paulo Câmara (PSB) e o senador Armando Monteiro (PTB), com números em torno de 15%, podendo ensaiar potenciais de crescimento. 

Da Redação


Um comentário: