quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Quem disse NÃO ao Brasil [2] #Acre


Flaviano Melo (PMDB)

Nota:  Flaviano Melo é réu na Ação Penal Nº 435/2007, movida pelo Ministério Público Federal por peculato e crimes contra o sistema financeiro nacional. Também foi responsabilizado pelo Tribunal de Contas da União por omissão de prestação de contas referente a dinheiro recebido do Fundo Especial para Calamidades Públicas. Ele entrou com processo para anular a decisão do TCU, mas a decisão foi mantida.

Foi responsabilizado por malversação de verbas do fundo partidário do diretório regional do PMDB no Acre durante o exercício de 2001.[2][3]

É réu ainda na Ação Civil Pública nº 0006554-71.2005.8.01.0001, acusado de improbidade administrativa com dano ao erário e possível enriquecimento ilícito. Flaviano teria participado de um conluio entre funcionários do alto escalão do Estado do Acre, serventuários da justiça estadual, empresários locais e servidores do Banco do Brasil para desviar, por meio de contas fantasma, verbas públicas do Fundo de Participação do Estado e da Serventia Única de Títulos e Protestos da Comarca de Rio Branco.[4]


Jéssica Sales (PMDB)

Nota: É filha do prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales, e da ex-deputada Antonia Sales.


Informações Wikipedia

Nenhum comentário:

Postar um comentário