terça-feira, 1 de agosto de 2017

Partidos da oposição se reúnem para decidir estratégias sobre denúncia

Partidos da oposição devem se reunir ao longo desta 3ª feira (1º.ago.2017) para traçar as estratégias para a sessão que pode votar a admissibilidade da denúncia contra Michel Temer.

A principal delas é contribuir ou não para a formação de quórum para a realizar votação nesta 4ª (2.ago). É necessário que pelo menos 342 deputados registrem presença e votem. Caso contrário, a sessão deverá ser adiada.

Partidos como PT, Psol e PC do B admitem que podem contribuir para formação de quórum. Já PDT e Rede divergem e prefeririam não registrar presença até que o governo coloque em plenário o número mínimo para votação.

Para solucionar essa divisão, deputados das bancadas devem primeiro se reunir entre si e depois em uma reunião integrada, com representantes de vários partidos da oposição.

A maioria das conversas deverá ser iniciada à tarde, com exceção do Psol, cujos deputados se encontraram às 11h.

BASE

Siglas apoiadoras de Michel Temer também devem se reunir. PSDB, Solidariedade, PSD e PR também realizarão reuniões ao longo da tarde. Os 2 últimos já “fecharam questão” a favor do presidente. Isso quer dizer que deputados desses 2 partidos que votarem contra o Planalto podem ser punidos pelas siglas.


Poder 360º

Nenhum comentário:

Postar um comentário