segunda-feira, 31 de julho de 2017

Babá filipina trabalhava como escrava em São Paulo



Uma filipina viveu uma época de terror ao trabalhar como babá e empregada doméstica em um apartamento dentro de um condomínio de luxo em São Paulo. A imigrante, que vivia em uma situação de trabalho análogo ao escravo, trabalhava sem descanso e passava fome. 

Determinado momento, chegou a se alimentar com os pedaços de carne que seriam dados para o cachorro. "Às vezes eu perguntava à minha patroa se podia pegar um ovo, e ela dizia que não", contou.

O imóvel contava com três babás filipinas, que trabalhavam cerca de 16 horas por dia. "Nos primeiros seis meses eu trabalhei sem nenhum dia de folga", disse uma delas. "E, se os patrões tivessem visitas, me pediam mais uma hora", completa.

Segundo a reportagem, agências de trabalho exportam mão de obra filipina para diversas partes do mundo. O principal atrativo para brasileiros é a fluência na língua.

Notícias ao Minuto (Rio)

Nenhum comentário:

Postar um comentário