quarta-feira, 12 de julho de 2017

Obra em Jaboatão dos Guararapes já implantou rede coletora de esgoto em dez ruas do bairro de Candeias

Dez ruas de Candeias, no município de Jaboatão dos Guararapes, já receberam ações das obras de implantação de rede coletora de esgoto no bairro. Após o período de chuvas, os serviços irão avançar para as ruas principais de Candeias, como a Castelo Branco, Alfredo Régis e a segunda parte da rua Maria Digna Gameiro. Até agora já foram assentadas 1,5 km quilômetros de tubulações e as intervenções estão concentradas, no momento, na Ruas Padre Nestor de Alencar e Antônio Carlos de Oliveira. Uma equipe formada por 40 profissionais, diretos e indiretos, está atuando nas frentes de trabalho, garantindo que o cronograma planejado das obras seja cumprido.

Jaboatão dos Guararapes é o segundo município a receber obras de implantação de sistemas de esgotamento sanitário dentre as 15 cidades contempladas pelo Programa Cidade Saneada, a maior Parceria Público Privada de saneamento do Brasil - firmada entre o Governo do Estado, Compesa e a BRK Ambiental. Para a primeira fase desta obra está previsto um investimento de R$ 85 milhões e as ações devem ser concluídas até junho de 2019, quando se concretizará a implantação de, aproximadamente, 61 mil metros de rede coletora, uma estação de tratamento e cinco estações bombeamento de esgoto, beneficiando em torno de 55 mil pessoas nos bairros de Candeias, Piedade e Barra de Jangada. Com a conclusão da primeira etapa, haverá um aumento de 7% para 17% da cobertura dos serviços de esgotamento sanitário em Jaboatão dos Guararapes. Ainda será executada a implantação da etapa complementar desse sistema, que vai beneficiar os bairros de Prazeres e Cajueiro Seco, mas não há previsão de início dessa fase.

Antes do início das obras, durante e após a conclusão de cada trecho, a equipe de Responsabilidade Socioambiental realiza visitas informativas nas residências, com o objetivo de minimizar os impactos das intervenções para a população, esclarecer dúvidas e saber como foi o procedimento na localidade. Além disso, é mantido também um plantão ativo, em cada trecho da obra, para possibilitar um melhor entendimento das necessidades especiais dos moradores, como dificuldades de locomoção ou instalação de passarelas.

Imprensa Compesa

Nenhum comentário:

Postar um comentário