sexta-feira, 7 de julho de 2017

"A voz das ruas não deve ser ouvida pelos tribunais"

Advogado Gustavo Guedes (foto), responsável por defender Michel Temer da denúncia de corrupção passiva feita pelo Ministério Público Federal, disse que os julgamentos devem ser feitos de forma técnica, sem a influência de fatores externos, como o clamor popular ou ligados a economia. "As ruas não deveriam ter voz nos tribunais. No máximo deveria ser um ingrediente, como é um ingrediente a questão econômica", afirmou Guedes durante um evento no Recife. "Hoje um processo desvirtuado para Luciano pode ser na semana que vem para o Júlio", completou. Guedes também criticou a denúncia feita pelo MPF contra Temer e disse que a instituição está politizada.

O advogado, que também atuou na defesa da chapa Dilma Rousseff-Michel Temer pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), citou como exemplo de acerto a decisão da corte que resultou na absolvição da chapa vencedora da eleição de 2014. "Não vi ninguém protestando em volta da sede do TSE", ressaltou. "Ainda que houvesse, o TSE teria que ser técnico, como fez", completou.

Portal Brasil 247

Nenhum comentário:

Postar um comentário