quinta-feira, 22 de junho de 2017

RS: Senegalês que devolveu dinheiro recebido por engano conquista emprego

O gesto de um vendedor senegalês que devolveu uma nota de R$ 100 recebida por engano no centro de Porto Alegre ganhou visibilidade nacional há cerca de duas semanas — e, agora, rendeu ao imigrante um novo emprego. Khadim Gueye, 22 anos, foi convidado para trabalhar como frentista em uma rede de postos de gasolina na capital gaúcha. 

O episódio, relatado no Facebook pelo empresário Roberto Schotkis, 51 anos, ocorreu no dia 6. Schotkis conta que comprou um par de cadarços da banquinha do imigrante, na Rua Doutor Flores, e pagou com o que achava ser três notas de R$ 2. Khadim lhe alertou, no entanto, que uma das cédulas era de R$ 100.

A postagem viralizou nas redes sociais — até a tarde desta quarta-feira, tinha quase 35 mil compartilhamentos — e chamou a atenção de Ângelo Galtieri, 64 anos, diretor da rede de postos de combustíveis Vip. No início desta semana, o empresário lhe ofereceu uma vaga de trabalho com carteira assinada em uma das unidades da empresa, no bairro Bela Vista.


— Fiquei comovido com a honestidade do Khadim. Hoje em dia, é difícil encontrar pessoas sérias. Acredito que essa característica fará dele um bom profissional — disse Ângelo.

Khadim, que era professor de francês em um colégio no Senegal, está feliz com o novo emprego e conta que a repercussão do caso já chegou ao país africano.


— Todo mundo veio falar comigo no Facebook sobre isso. Vários amigos do Senegal me procuraram — disse, em francês. — Meus pais me educaram bem, me ensinaram a não roubar, não mentir e nem agredir ninguém. Estou muito orgulhoso de conseguir um emprego para ajudar a sustentá-los, já que eles são pobres.

Zero Hora (RS)

Nenhum comentário:

Postar um comentário