terça-feira, 13 de junho de 2017

Obra amplia oferta de água para 40 mil pessoas no Cabo de Santo Agostinho

O Cabo de Santo Agostinho, que já conta com o abastecimento de água durante 24 horas em cerca de 70% da cidade, receberá várias intervenções para regularizar a distribuição de água também nas áreas mais altas. A Compesa já iniciou os serviços para a substituição de dois conjuntos de motorbombas da unidade de bombeamento, que fica situada na área do Reservatório do Alto Bela Vista, e atende 40 mil moradores na região do Alto do Cruzeiro, abrangendo as localidades de Malaquias, Mauriti, Alto do Cemitério, Avenida Aníbal Cardoso e as ruas 51 e São João. Com a troca dos equipamentos, a Compesa vai dobrar a oferta de água para essa população.

Para evitar que o abastecimento de água seja interrompido durante a intervenção, prevista para ser concluída até o dia 30 deste mês, a Compesa está fazendo a substituição de um equipamento por vez. No entanto, até o próximo sábado (17), a distribuição de água sofrerá uma queda de pressão, justamente pela redução da vazão, tendo em vista que a estação do Alto do Cruzeiro está operando com apenas um conjunto de motorbomba. Desde a última sexta-feira (9), cerca de 15 profissionais estão trabalhando na instalação do primeiro conjunto de bombeamento, que deve ser finalizada até o sábado, quando já entrará em operação. Com esse novo equipamento em funcionamento, a população já sentirá melhorias no abastecimento de água.

"Vamos trocar os equipamentos antigos por outros mais potentes. Para se ter uma ideia, apenas um dos novos conjuntos de motorbomba terá maior capacidade de bombeamento do que os dois que funcionam, hoje, juntos. Deixaremos um conjunto novo de reserva para que, nos casos de queima ou manutenção, possamos evitar que o abastecimento de água seja suspenso para a população", explica o gerente de Unidade de Negócios Metropolitana da Compesa, Robson dos Santos. A companhia está investindo R$ 100 mil para executar os serviços. A próxima área a ser beneficiada é o Alto do Miranda, que receberá intervenção semelhante para regularizar o fornecimento de água para 20 mil pessoas. A Companhia já programou realizar as ações de melhorias na Estação Elevatória do Alto do Miranda até o mês de dezembro deste ano.


Imprensa Compesa

Nenhum comentário:

Postar um comentário