quinta-feira, 22 de junho de 2017

Mãe Stella de Oxossi pode estar sofrendo maus-tratos

O Ministério Público da Bahia investiga, desde esta quarta-feira (21), a denúncia de que Mãe Stella de Oxossi, que ao 92 anos é uma das mais importantes ialorixás em atividade no país, estaria sendo impedida de ver filhos de santo do terreiro Ilê Axé Opó Afonjá, em São Gonçalo do Retiro, e que também estaria sofrendo maus-tratos.

“É sempre a alegação de que ela está descansando, e as pessoas não conseguem vê-la. Tudo bem que (Mãe Stella) é idosa, de fato precisa descansar para preservar a saúde, mas em determinado momento tem que ver as pessoas, os familiares. Desde domingo não conseguimos contato com ela”, disse a sobrinha da ialorixá, que confirmou o pedido de intervenção, mas pediu anonimato.

Promotora de Justiça e coordenadora do Centro de Apoio Operacional de Defesa dos Direitos Humanos, Márcia Teixeira informou ao Correio da Bahia que "em respeito a ela, estamos agindo cautelosamente e precisamos ter muito cuidado". Teixeira ressaltou ainda que é cedo para emitir qualquer parecer. "O MP esteve lá, porém, não posso dar informações a mais. É muito prematuro.. Envolve coisas que precisamos de maiores informações”, justificou.

O pedido de intervenção foi oficialmente protocolado nesta terça-feira (20). "A gente tem ainda que conversar com pessoas da comunidade. Não significa que ela esteja sofrendo qualquer tipo de violência", antecipou a promotora. Como lembra a coluna Satélite, Mãe Stella é o rosto da nova campanha do Ministério Público da Bahia para combater maus-tratos contra idosos.

Notícias ao Minuto (Rio)

Nenhum comentário:

Postar um comentário