quinta-feira, 8 de junho de 2017

Joaquim Barbosa pode sair candidato em 2018; Marina o convida para vice-presidência

De acordo com políticos e assessores da Rede ouvidos pela BBC, há uma "hipótese robusta" de que o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa componha uma chapa com Marina Silva em 2018.

De acordo com a agência, a principal hipótese citada por membros do partido é que ele concorra como vice de Marina, sem descartar o cenário de Barbosa como cabeça de chapa.

A aproximação entre Marina e Barbosa teria ficado explícita dentro da legenda após uma longa conversa que os dois tiveram ao telefone na última terça-feira. Políticos e pessoas ligadas à cúpula da Rede afirmaram à BBC que, desde então, Marina teceu diversos elogios a Barbosa. "Ele é muito gentil, um excelente político", teria afirmado.

Segundo a publicação, em grupos de Whatsapp da Rede, o nome de Barbosa já é colocado como se fosse certo na chapa para a presidência de 2018, sendo a maior dúvida entre os membros do partido justamente se ele encabeçará a campanha ou se será o vice de Marina. O partido não confirma oficialmente a candidatura de Barbosa nem sua filiação.

Vale ressaltar que, na última quarta-feira, Barbosa não descartou a possibilidade de se candidatar à Presidência da República. O ex-ministro do STF disse que está refletindo sobre o assunto e que não ignora as pesquisas eleitorais, confirmando já ter conversado, inclusive, com a ex-ministra Marina Silva (Rede) e o PSB.

"Eu sou um cidadão brasileiro, um cidadão pleno, há três anos livre das amarras de cargos públicos, mas sou um observador atento da vida brasileira. Portanto, a decisão de se candidatar, de me candidatar ou não, está na minha esfera de deliberação. Só que eu sou muito hesitante em relação a isso. Não sei se decidirei positivamente neste sentido", disse Barbosa.

"Já conversei com líderes de partidos políticos, dois ou três. Até mesmo quando estava no Supremo fui sondado, sondagens superficiais. Ano passado, tive conversas com Marina Silva. Mais recentemente, tive conversas, troca de impressões, com a direção do PSB", disse. "Mas nada de concreto em termos de oferta de legenda para candidatura, mesmo porque eu não sei se eu decidiria dar esse passo, eu hesito", completou.

Portal Brasil 247 com informações do Infomoney


Nenhum comentário:

Postar um comentário