segunda-feira, 5 de junho de 2017

Diretas Já em Olinda



A Praça do Carmo, em Olinda, foi ocupada neste domingo (4) pelo evento ‘Não me Venha com Indiretas’, que pede a saída do presidente Michel Temer (PMDB) e, em seguida, a realização de eleições diretas. Idealizado por artistas e produtores culturais, o evento teve início por volta das 14h com apresentações de artistas de rua, DJs e cantores pernambucanos como Cannibal e Lia de Itamaracá.

Pouco antes das 18h, a organização do ato informou que 3 mil pessoas participavam do evento. A Polícia Militar em Pernambuco não divulga a estimativa de participantes de mobilizações sociais.

De acordo com o coordenador de comunicação do evento, Rodrigo Édipo, o ato não teve auxílio de partidos políticos e, através da arte, busca alcançar dois objetivos: ocupar o espaço público e pedir eleições diretas, apesar de a reivindicação ser inconstitucional.

“A cultura é transformadora e fundamental para passar o recado que queremos, de pedir eleições diretas. Inconstitucional é o que vivemos hoje, com um governo que não representa o povo e com a aprovação de leis e emendas que não trazem benefícios”, afirma.

O bloco carnavalesco Eu Acho é Pouco também desfilou pelas ladeiras de Olinda durante o evento. Com a frase “Fora Temer”, o dragão símbolo da agremiação arrastou foliões pelas ladeiras do Sítio Histórico, chegando à concentração do evento por volta das 17h. DJs como Allana Marques, Lala K, 440, Gabriel Mago e bandas como Malícia Champion também se apresentam no local.

Com informações do Portal G1 e Foto do Diario de Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário