segunda-feira, 22 de maio de 2017

Fernando Filho pode ser expulso do PSB

Parte da bancada do PSB que faz oposição a Michel Temer subiu o tom e passou a defender que o ministro das Minas e Energia, Fernando Bezerra Coelho Filho, seja expulso do partido por permanecer à frente da pasta mesmo após o partido romper oficialmente com o governo Temer.

O assunto começou a ser discutido em grupos de discussão do PSB na internet. "Vamos representar contra o Fernando Bezerra Filho. #ForaFernandoBezerraFilho", postou o secretário sindical e membro da executiva nacional do PSB, Joilson do Nascimento no WhatsApp. Fernando Filho já responde, juntamente com outros parlamentares a um processo interno que poderá resultar em sua cassação, por ter contrariado a decisão do partido e votado de forma favorável á provação da reforma trabalhista na Câmara.

"Esse fato agrava a situação do ministro no processo que ele já responde por infidelidade partidária, no âmbito da comissão de ética do PSB. O partido repudia a presença de seus membros nesse governo, mesmo que não tenha sido indicado pela sua direção nacional", disse o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, ao Broadcast Político do jornal O Estado de São Paulo.

O PSB decidiu se afastar oficialmente do governo Temer neste final de semana. O partido, que apoiou o golpe parlamentar contra a presidente eleita Dilma Rousseff, agora defende a renúncia de Temer e a realização de eleições diretas para presidente, caso ele seja cassado, renuncie ou deixe o poder por meio do impeachment.

Portal Brasil 247

Nenhum comentário:

Postar um comentário