terça-feira, 30 de maio de 2017

Educadora apresenta computação de forma descomplicada para outros professores




Descomplicar o pensamento computacional é o objetivo da nova formação do Prof-Lab, programa de formações criativas, que realiza mais uma manhã de aprendizagem neste sábado, 3 de junho, na ABA Global Education em Boa Viagem. O curso livre Computação Criativa para Educadores acontece das 8h30 às 12h30 e será guiado pela educadora TancicleideGomes (CIn/UFPE), que vai apresentar a computação de forma prática, usando a linguagem de programação Scratch.

A ciência da computação é um campo de estudos que há tempos vem despertando a curiosidade das pessoas. Quem não deseja entender o que são os tão comentados algoritmos ou descobrir como se desenvolve um aplicativo? 

É importante perceber que as ciências da computação vão muito além do computador. Elas dialogam diretamente com outras áreas como o design, a comunicação e também a educação. Esses diálogos são facilmente observados quando recorremos ao chamado pensamento computacional que combina pensamento crítico e fundamentos da computação com o objetivo de resolver problemas. A combinação perfeita para promover a aprendizagem através do desenvolvimento de projetos de forma criativa e inovadora.

É a partir dessa forma estruturada de pensar que surgem games, aplicativos, plataformas web, projetos de dispositivos conectados, inteligência artificial, realidade aumentada e robótica. Recursos que cada vez mais ganham espaço na vida de todos e, por que não, nos espaços de aprendizagem.

Professora de Informática para crianças e mestranda em ciência da computação com experiência na concepção e uso de jogos educacionais, Tancicleide Gomes pretende estimular o pensamento computacional dos professores utilizando o Scratch, uma linguagem de programação baseada em gráficos, bem mais amigável para quem nunca escreveu uma linha de código. “O mais interessante é que resolver problemas sob essa perspectiva envolve desenvolver habilidades como confiança em lidar com complexidade, persistência em trabalhar com problemas difíceis, tolerância para a ambiguidade e se comunicar e trabalhar com outros para alcançar um objetivo ou solução em comum”, conclui Tancicleide.

Para participar do Prof-Lab não existem pré-requisitos, além da vontade de aprender e inovar. Serão apresentados conceitos de forma simples e objetiva, com atividades planejadas para que todos possam dar os primeiros passos no tema proposto. A iniciativa promovida pelo Estúdio Abble de Aprendizagem, pela Pipa Comunicação e pela ABA Global Education já formou mais de 500 docentes de diferentes cidades e áreas de atuação em quatro edições realizadas.

As inscrições para a formação Computação Criativa para Educadores podem ser realizadas até o dia 2 de junho através do link: http://bit.ly/proflabcce. Há desconto de 50% para professores das redes estaduais e municipais, além de opções de parcelamento e condições especiais para inscrições em grupo e ex-alunos do programa.


Nenhum comentário:

Postar um comentário