segunda-feira, 8 de maio de 2017

Décio Padilha assume diretoria na Compesa

O ex-presidente da Companhia Pernambucana de Gás - Copergás, Décio Padilha, voltou a ocupar, pela terceira vez, uma diretoria na Companhia Pernambucana de Saneamento - Compesa. A solenidade de posse aconteceu nesta manhã ( 8), na sede da Compesa, no bairro de Santo Amaro, e foi presidida pelo administrador da estatal, Roberto Tavares. Décio Padilha, que já foi secretário da Administração e da Fazenda do Estado, na gestão de Eduardo Campos, assumiu a diretoria de Gestão Corporativa da Compesa, em substituição a engenheira química, Simone Albuquerque, que foi remanejado para a diretoria Regional Metropolitana, antes ocupada pelo engenheiro civil Fernando Lôbo. 

O novo diretor da Compesa, Décio Padilha, assumiu pela primeira vez um cargo na Compesa em janeiro de 2007. Na época, atuou como diretor Comercial e de Atendimento, área que permaneceu até dezembro de 2012, quando assumiu a Secretaria Estadual de Administração. Em abril de 2014, Padilha foi remanejado para ocupar a Secretaria Estadual da Fazenda, a sua casa de origem. Em 2015, retornou à Compesa, ocupando a diretoria de Gestão Corporativa e, no mês de julho do mesmo ano, ele assumiu a presidência da Copergás. 

Em seu discurso, Padilha lembrou os desafios assumidos em 2007, quando o então governador Eduardo Campos, havia definido um plano de soerguimento da Compesa, voltado para dois pilares: o operacional/comercial e a expansão dos serviços de saneamento. “Tenho orgulho de ter participado e voltar a integrar uma gestão exitosa e que possui um quadro técnico de excelência e engajado. Vamos continuar o projeto iniciado em 2016 e trabalhar para tornar a Compesa uma empresa gigante de Pernambuco”, afirmou. Ele lembrou a evolução da companhia que, no ano de 2006, faturava R$ 500 milhões, e no ano passado chegou ao patamar de R$ 1,4 bilhão. 

A nova diretora Regional Metropolitana, Simone Albuquerque, atua na Compesa há 20 anos e já exerceu várias funções gerenciais na empresa, antes de assumir a diretoria de Gestão Corporativa, em agosto de 2015. À frente dessa diretoria, Albuquerque teve a missão de controlar os gastos para vencer os desafios impostos pela crise econômica que o país enfrenta e a estiagem prolongada no Estado, que entra em seu sétimo ano de seca. “Fizemos ajustes nas despesas para atingir os objetivos de manter a Compesa forte, unida, para vencer novos desafios “, enfatizou Simone Albuquerque. Com larga experiência na área operacional, ela assume agora a gestão operacional dos sistemas de abastecimento da Região Metropolitana do Recife.

Ao empossar os novos diretores, o presidente da Compesa, Roberto Tavares, enalteceu o apoio demonstrado pelo governador Paulo Câmara, em manter a gestão da Compesa com o mesmo grupo formado no governo Eduardo Campos. “A política implementada pelo ex-governador tem demonstrado que foi uma decisão acertada porque continuamos desenvolvendo uma gestão inovadora e de resultados”, afirmou. Segundo Tavares, a Compesa se fortaleceu ao longo dos últimos dez anos. "Já pensamos em uma empresa com um faturamento de R$ 2 bilhões para continuar investindo na ampliação dos serviços de saneamento e melhorar a qualidade de vida dos pernambucanos", conta Roberto Tavares.

Imprensa Compesa

Nenhum comentário:

Postar um comentário