segunda-feira, 24 de abril de 2017

#TodosPeloTheo

Esse é o pequeno Théo Lucca, de 1 ano, do Rio de Janeiro. Ele sofre de uma síndrome genética, degenerativa e fatal chamada Atrofia Muscular Espinhal (AME) tipo 1 – o mais severo. Essa doença faz o paciente perder seus movimentos e também ficar dependente de aparelhos respiratórios devido não conseguir puxar e soltar o ar, pois não possui força!

Hoje , ele está em casa com o auxílio do Home Care (Assistência médica domiciliar) . Já em casa , possui suporte de um aparelho trilogy ( cuida da parte respiratória e ajuda na pressão que ele precisa para puxar e soltar o oxigênio), possui uma técnica de enfermagem 24 horas por dia, visita médica 1 vez por semana e fisioterapia 1 vez ao dia.

Porém, a família tem uma despesa de leite que custa por lata 50 reais. No total gastam 400 reais com leite. Outros gastos são com pomada, lenço umedecido e fralda que chega a 300 reais. O garoto também não pode consumir água vinda da rua e a família gasta em torno de 80 reais mensais com a compra de galões de água mineral. O Théo também precisa de uma cadeirinha especial ortopédica que vá deixa-lo mais sentado , isso é bom pra circulação do sangue dele e para seus músculos.

Leia o depoimento de seu pai, Ítalo Santhiago:

"Théo nasceu dia 03/04/2016 .. Logo se mostrou um bebê esperto que ao longo de seus 45 dias em casa , isso foi se perdendo . Ficou resfriado que logo se agravou e se "transformou" em pneumonia. Fomos parar no hospital Albert Schweitzer - realengo , com ele dando parada respiratória e cardíaca. Ele precisou ser entubado e ficou 3 meses assim.

Logo após, houveram diversas tentativas de extubação nas quais não obveram sucesso. Foi aí que os médicos viram algo estranho nele! Já com 4 meses ele permanecia molinho como um bebê recém-nascido mas, com uma perda nos movimentos! Foi aí que ouve a suspeita da doença chamada síndrome de Werdning Hoffman , uma doença rara e degenerativa!

Após seis meses no Hospital albert .. Ele contraiu seguidamente 4 pneumonias nas quais se recuperou!  Após este período , entramos em contato com o plano de saúde no qual estávamos pagando já havia seis meses e pedimos transferência. Com um mês no Hospital de Nova Iguaçu foi realizado o exame molecular. E com o resultado , foi diagnosticado que o Théo tinha realmente a doença síndrome de Werdning Hoffman ou AME (Atrofia muscular espinhal).

Uma doença degenerativa que faz o paciente perder seus movimentos e também ficar dependente de aparelhos respiratórios devido a não conseguir puxar e soltar o ar pois, não possui força! Hoje , estamos em casa com o auxílio do Home Care ( assistência médica domiciliar). Já em casa , nós temos suporte de um aparelho trilogy ( cuida da parte respiratória e ajuda na pressão que ele precisa para puxar e soltar o oxigênio) temos uma técnica de enfermagem 24 horas por dia, visita médica 1 vez por semana e fisioterapia 1 vez ao dia.

Quem puder ajudar, as doações podem ser feitas por:

Doações:

Banco do Brasil 
Ítalo Santhiago de Sousa Barbosa (pai do Theo)
AG: 3096-1 
C/C: 22324-7 CPF:148.246.267-22 






Com informações de Fernanda Leal (Equipe Ilmar BBB17)




Nenhum comentário:

Postar um comentário