terça-feira, 18 de abril de 2017

Preso acusado de matar adolescente em Parnamirim

Preso hoje (18) o policial militar da Bahia, de 23 anos, suspeito de assassinar Katarine Ferreira (foto), de 17 anos, em Parnamirim, no Sertão de Pernambuco. Ele estava foragido e se apresentou na Delegacia de Polícia Civil de Salgueiro. O suspeito passou por interrogatório e teve voz de prisão em virtude do mandato que já havia sido expedido pelo juiz da cidade.

Segundo o delegado de Polícia Civil de Salgueiro, Alex Sá, o policial alegou que o disparo foi acidental. “Ele estaria dançando com a menina, e, que durante essa dança, a menina teria batido na arma dele duas ou três vezes, e, ele acreditando que essa arma poderia disparar de forma acidental, teria pego nessa arma para travá-la. E durante esse manuseio, teria ocorrido o disparo acidental”, relata.

Ainda segundo o delegado, o militar afirma que durante a noite inteira só teria bebido uma dose e parte de uma outra dose de uísque. O Policial militar foi encaminhado para a unidade reeducadora do Estado da Bahia em Salvador e se for condenado, pode pegar uma pena entre 12 e 30 anos pelo crime de homicídio qualificado.

O crime - De acordo com a Professora Liana Cirne, que denunciou o caso em seu Facebook, Katarine e a prima estavam juntas em um bar, onde se divertiam e a prima tentava reconstruir sua vida após terminar o relacionamento com o PM. No entanto, vendo que a moça estava feliz sem ele, o policial invade o bar e começa a discutir violentamente com a ex-namorada, intimidando-a e ameaçando-a. Katarine viu que a prima corria perigo e se abraçou com ela, para defendê-la. O PM atira e atinge a adolescente, que morre nos braços da prima. 


Com informações do Portal G1 e de Arquivo

Nenhum comentário:

Postar um comentário