quinta-feira, 20 de abril de 2017

Polícia investiga rede de zoofilia após universitário divulgar vídeo na internet



A polícia investiga integrantes de um grupo de zoofilia na internet, ao qual um universitário de Cuiabá faria parte. A prisão do estudante foi pedida nesta quinta-feira (20) pela Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema) depois dele ter divulgado um vídeo numa rede social abusando sexualmente de uma cadela. No vídeo, publicado no próprio perfil dele, o rapaz, que já foi indiciado por maus-tratos e associação criminosa, mostra o rosto.


O caso foi denunciado à polícia por entidades de proteção animal. No entanto, conforme a Polícia Civil, a polícia já havia tomado conhecimento do crime depois que o vídeo começou a circular na internet e identificou o universitário.


Segundo a polícia, a suspeita é de que ele seria membro de uma rede de zoófilos e busca descobrir quem são outros integrantes desse grupo. Inclusive, durante investigação, a polícia já localizou uma testemunha que confirmou indícios de outros envolvidos no crime, que também teriam postado imagens nas redes sociais e "marcado" o estudante.


Além disso, no vídeo fica demonstrado que o estudante está se referindo aos membros do grupo. A polícia também deve cumprir um mandado de busca e apreensão na casa do suspeito para o colhimento de provas. Devem ser apreendidos computadores e celulares. Os animais também devem ser resgatados.


A Polícia Civil informou que, durante as diligências, os agentes souberam que ele tinha deixado a casa onde mora, no Bairro Pedra 90, na capital, após a repercussão do vídeo publicado na internet.

O que é zoofilia - Zoofilia, do grego ζωον (zôon, "animal") e φιλία (filia, "amizade" ou "amor"), é uma parafilia definida pela atração ou envolvimento sexual de humanos com animais de outras especies. Tais indivíduos são chamados zoófilos. Os termos zoossexual e zoossexualidade descrevem toda a gama de orientação humana/animal. Um outro termo, bestialidade, se refere ao ato sexual entre um humano e um animal não-humano.

Enquanto a zoofilia é legalizada em alguns países, não é explicitamente aceita, e na maioria dos países atos sexuais com animais são ilegais, sob as leis de abuso animal e crueldade contra os animais, e menos comum, crime contra a natureza. Há pessoas que não veem a zoofilia como antiético desde que não haja dano ou crueldade contra o animal, mas esta visão não é largamente compartilhada, pois a maioria defende que os animais, assim como as crianças, não são capazes de consentir emocionalmente tal ato.


Com informações do Portal G1 e da Wikipedia

Nenhum comentário:

Postar um comentário