sábado, 15 de abril de 2017

Nordeste e Norte dominam pódio do Desafio Universitário Empreendedor

Depois de 10 anos, uma equipe do Maranhão voltou a vencer o Desafio Universitário Empreendedor. No pódio da premiação, cujo resultado foi divulgado na noite de terça-feira (11), na sede do Sebrae Nacional, em Brasília (DF), estudantes do Norte e Nordeste ocuparam os três primeiros lugares e levaram para casa, além do troféu e prêmios em dinheiro, a experiência de quatro dias de imersão no empreendedorismo. Ceará e Amazonas ficaram com o segundo e terceiro lugar, respectivamente.

Mayane Reis, de 27 anos, é uma dos quatro integrantes da equipe campeã, e contou que seu primeiro contato com o mundo empreendedor foi por meio do Desafio. “Aprendemos que empreendedorismo é procurar trazer coisas novas para o mercado, ajudando outras pessoas, gerando novos empregos, transformando nosso país e colaborando para o seu crescimento”, disse. Durante a competição, ela e mais outros três universitários desenvolveram a proposta de um aplicativo que orienta pessoas intolerantes à lactose ou ao glúten na hora das compras no supermercado. “A ferramenta vai poupar tempo e dar qualidade de vida a esse público”, complementa.

A criatividade de jovens como Mayane foi elogiada pelo presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos, que ressaltou o papel da instituição de unir a ousadia dos mais novos à experiência dos mais velhos. “Sempre se falou que os mais jovens precisam aprender com os mais velhos, mas hoje estamos vivendo uma realidade diferente, em que um tem que aprender com o outro. Essa nova geração está equipada para enfrentar desafios. Mas, por mais que esses jovens tenham talento, é preciso ter estratégia. E a estratégia só vem com o tempo. Quem já passou pelos erros têm muito a ensinar, se for dado a ele a oportunidade.”

A diretora técnica do Sebrae, Heloisa Menezes, saudou os participantes e lembrou a importância do Desafio para estimular o empreendedorismo já na faculdade. “A gente acredita que a educação empreendedora é a base do pilar que sustenta todas as ações do Sebrae. Sem jogar essa sementinha em todos os níveis de ensino, a gente não consegue uma estrutura de empreendedores bem formada”, destacou.

Peneira

Apenas 107 universitários, entre quase 92 mil inscritos, chegaram à etapa final. Eles acumularam pontos por meio de jogos empresariais e atividades disponíveis na plataforma on-line do Desafio (http://desafiouniversitarioempreendedor.sebrae.com.br/plataforma/index.xhtml), participaram de jogos, workshops sobre modelos de negócio e dinâmica, de forma individual e em grupo, em que foram trabalhadas atitudes e habilidades empreendedoras.

Na última fase, os participantes aprenderam mais sobre o mundo empresarial, com oficinas de oratória, estudo de mercado, gestão, marketing, entre outros assuntos. Sob o tema Música – A Arte de Empreender, as 27 equipes, de até quatro integrantes, desenvolveram um modelo de negócio com base na metodologia Canvas e o apresentaram, no formato de “pitch”, a uma banca de jurados composta por investidores, empresários e especialistas em empreendedorismo e inovação.

O projeto Desafio Universitário Empreendedor está inserido no Programa Nacional de Educação Empreendedora do Sebrae. Por ser uma competição nacional, de caráter educacional, um dos principais objetivos é estreitar as relações com as Instituições de Ensino Superior e promover a cultura empreendedora no ambiente universitário, por meio de atividades educacionais, jogos de negócio e capacitações virtual e presencial. Além de ser uma competição nacional, a iniciativa pode ser utilizada como ferramenta de apoio aos docentes no ensino do empreendedorismo.

Veja abaixo a lista dos vencedores:


Maranhão (1º lugar)

Betiane de Jesus Pereira Silva
Emilly Pereira Martins
João Pedro Maciel de Oliveira
Mayane Reis Conceição

Ceará (2º lugar)

Gustavo Barbosa de Carvalho
Jacó Moraes Moura
Alexandre Ferreira de Conceição
Marcus Rafael Lobo Bezerra

Amazonas (3º lugar)

Lucas Franklin de Souza Coelho
Isa Paula Pereira Kienen
Eduardo Almeida P. da Silveira
Mateus Moura Magalhães


Agência Sebrae de Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário