segunda-feira, 17 de abril de 2017

Já é possível rezar o terço e acompanhar missas através de aplicativos

O 'Passo-a-Rezar' é um dos aplicativos (app) mais conhecidos destinados para quem se propõe a fazer orações através de ficheiros de áudio (disponíveis 'online' ou para 'download' gratuito nos sistemas Android, Apple e Windows) e disponibiliza diariamente 10 minutos de oração em formato mp3, combinando "música, textos bíblicos e perguntas para refletir e orar".

O Apostolado da Oração criou, há três anos, outro aplicativo ("Click to Pray") "para ajudar os jovens a rezar" que propõe, em texto, "três momentos breves de oração por dia".

O aplicativo acabou sendo o app oficial da Rede Mundial de Oração do Papa Francisco (com textos em inglês, francês, espanhol e português).

Numa busca na plataforma Google Play encontram-se dezenas de outros aplicativos com orações católicas ou para ajudar a rezar o terço, a maioria brasileiras. Há mesmo um 'app' oficial do Santuário de Fátima - não o português, mas o de Nossa Senhora de Fátima de Serra Grande (no estado do Ceará) - que anuncia "conteúdos especiais sobre a devoção à Virgem".

Outra aplicativo, também brasileiro, promete mostrar a "Aparição de Nossa Senhora de Fátima", ligando à página oficial do santuário português e permitindo aos utilizadores "rezar o terço semanal e assistir à transmissão online" a partir da Capelinha das Aparições.

Para as crianças, no âmbito do Centenário das Aparições, o Santuário de Fátima de Portugal, em parceria com a produtora Terra das Ideias, criou, há cerca de um ano, o Jogo dos Pastorinhos, aplicativo lúdico para dispositivos móveis (disponível na Apple Store e Google Play) que leva quatro personagens (Lúcia, Francisco, Jacinta ou o menino) num percurso pela Cova da Iria.

Os jogadores lançam os dados e avançam pelo jogo, que inclui casas especiais e a "ajuda" de Nossa Senhora. "Ganha quem chegar primeiro ao Coração de Jesus", assinalam os promotores. 

Notícias ao Minuto (Rio) e Agência Lusa (Portugal)

Nenhum comentário:

Postar um comentário