quinta-feira, 20 de abril de 2017

Criminosos voltam a incendiar ônibus em Fortaleza

Cinco ônibus foram incendiados nos bairros Vila Velha, Castelo Encantado, Padre Andrade, Arvoredo e no Canindezinho, na manhã desta quinta-feira, 20. Apesar dos ataques, o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Fortaleza (Sindiônibus) informou que o serviço de transporte coletivo vai continuar normalmente. Na tarde desta quarta, 21 veículos foram atacados na Grande Fortaleza, sob ordens vindas de dentro de presídios.

No Vila Velha, o ataque ocorreu por volta das 8h30min contra o ônibus da linha 221 - Vila Velha/Riomar Kennedy. Por volta das 9h30min, criminosos incendiaram um coletivo da linha 907 - Castelo Encantado/Centro. Houve ainda ataques contra um veículo que faz a linha 206 - Padre Andrade/Antônio Bezerra, no bairro Padre Andrade, e outro coletivo no bairro Arvoredo.

Um ônibus da linha 346 - Jardim Fluminense também foi incendiado por volta das 11h em frente à escola municipal Jornalista Demócrito Dummar, na rua Euclides Paulino Barroso, no Canindezinho. Cobrador teve queimadura de 3º grau e está internado em uma unidade de saúde.

Os ataques começaram após transferência de 360 presos na Casa de Privação Provisória de Liberdade Professor Clodoaldo Pinto (CPPL II), em Itaitinga, e na Unidade Prisional Adalberto Barros de Oliveira Leal, conhecida como Carrapicho, em Caucaia. Segundo a secretária da Justiça e Cidadania, Socorro França, elas ocorreram a pedido dos próprios presos.

Na Capital, 12 coletivos foram incendiados total ou parcialmente. Foi ateado fogo também em ônibus em Maracanaú, Eusébio, Horizonte e Pacajus. Dois carros da Cagece e um da Enel também foram incendiados. Um segundo carro da Enel foi alvejado. Veículo do Departamento de Trânsito de Caucaia também foi incendiado.

Prisões

A Polícia prendeu oito pessoas suspeitas de envolvimento nos ataques a veículos e prédios em Fortaleza e na Região Metropolitana. As ações criminosas tiveram início nesta quarta-feira, 20. As investigaões estão a cargo da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco), com o apoio do Departamento de Inteligência Policial (DIP), da Polícia Civil do Estado do Ceará.

Ataques a delegacias e agências bancárias

Foram confirmados ataques a três delegacias e duas agências bancárias em Fortaleza e Região Metropolitana, da noite de quarta-feira, 19, para a madrugada desta quinta. Criminosos atacaram o 8º Distrito Policial (DP), no bairro José Walter, em Fortaleza; o 33º DP, na Goiabeiras, na Capital; e o 29º DP, no bairro Pajuçara, em Maracanaú. A Caixa Econômica Federal (CEF), situada em Maracanaú, e o Banco do Bradesco, localizado no Vila Velha, foram alvejados.

O Povo (CE)

Nenhum comentário:

Postar um comentário