sábado, 15 de abril de 2017

Chuva que caiu no Grande Recife melhora o nível de barragens



chuva forte que provocou transtornos no Grande Recife, nos últimos dias, também permitiu a acumulação de água em barragens que abastecem a região. De acordo com a Companhia de Abastecimento de Pernambuco (Compesa), em Pirapama, no Cabo de Santo Agostinho, houve ganho de quase 4%.

Responsável pelo abastecimento de áreas do Recife e de Jaboatão dos Guararapes, o reservatório, antes das precipitações, estava com 25, 3%. Nesta sexta-feira (14), chegou a pouco mais de 29%.

Em Tapacurá, em São Lourenço da Mata, segundo a Compesa, o ganho foi menor. O resrevatório saiu de 31,2% para pouco mais de 32%. Em Duas Unas, em Jaboatão dos Guararapes, na quarta-feira (12), o volume acumulado era de 21%. Na quinta, chegou a 29,03%. Nesta sexta, houve uma pequena perda e o reservatório registrava 28,6% da capacidade.

A Barragem de Botafogo, que está com 11% da capacidade, também foi beneficiada pela chuva. De acordo com a Compesa, não houve ganhos, mas, pelo menos, não foram registradas mais perdas.

Botafogo é responsável pelo abastecimento de áreas ao Norte do Grande Recife. Por causa da atual situação do reservatório, no início de abril, o governo de Pernambuco teve que ampliar o racionamento para quem mora, por exemplo, em Olinda.

Houve chuva também no interior. Mas as precipitações não devem alterar os problemas de abastecimento enfrentados por moradores do Agreste e Sertão. Atualmente, 33 cidades são abastecidas exclusivamente por carros-pipa.

Chuva

No Recife, na quinta, ,choveu o equivalente a dez dias, de acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac). Apenas na capital, foram registrados 97 milímetros de chuva, da média de 326 esperados para todo o mês de abril.

Em Goiana, na Mata Norte, os temporais atingiram o índice esperado para 17 dias, com 120 milímetros, maior volume do estado.

A chuva causou transtornos ao longo da manhã, com árvores caindo e ruas alagadas em diversos pontos do Grande Recife. Ao todo, segundo a Prefeitura do Recife, foram registradas 169 ocorrências.

As chuvas ocorreram por causa de um fenômeno chamado Zona de Convergência Intertropical, que é esperado para este período do ano. A meterorologia prevê para sábado (15) precipitações isoladas e rápidas, de intensidade fraca, no Grande Recife.

Portal G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário