segunda-feira, 13 de março de 2017

Receita cruza dados de declarações com redes sociais

Quem posar de "humilde" na declaração de Imposto de Renda, mas ostentar riqueza nas redes sociais pode ser chamado para esclarecer informações. A Receita Federal divulgou que usará perfis de Facebook, Instagram e Twitter, por exemplo, para embasar dados concedidos ao Leão. Se houver divergência, o contribuinte poderá cair na malha fina.

O cruzamento de informações já foi adotado na análise das declarações do ano passado. A Receita Federal disse que cerca de dois mil contribuintes foram flagrados pelo método em 2016. O monitoramento das declarações são realizados em uma sala de segurança máxima, por supercomputadores. Em caso de suspeita, o programa avisa e o auditor entra em ação para comprovar ou não a sonegação.

O coordenador geral de Fiscalização da Receita Federal, Flávio Vilela, informou, inclusive, que já houve caso em que um "laranja" foi descoberto pelos auditores. A declaração incluía patrimônio e uma empresa de R$ 100 milhões - riqueza que não chegava às redes sociais.

Notícias ao Minuto (Rio)

Nenhum comentário:

Postar um comentário