quarta-feira, 15 de março de 2017

#QueroMeAposentar Mobilização no Recife



Manifestantes ligados a movimentos sociais interditaram vias no Grande Recife, nesta quarta-feira (15), em protesto contra a reforma da Previdência. Houve bloqueios na BR-101, tanto na altura da fábrica da Vitarella, em Jaboatão dos Guararapes, quanto na altura do Viaduto de Jardim São Paulo (foto), na Zona Oeste do Recife. Bombeiros foram chamados para apagar o fogo

Segundo o Movimento Trabalhadores Sem Teto, cerca de 150 pessoas participaram do ato na BR-101. A Polícia Militar e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) não divulgaram números. Os dois trechos foram liberados por volta das 8h10, mas o trânsito seguia lento.

Os protestos contra a reforma da Previdência afetam também o serviço de metrô e parte das escolas do Recife. Os Veículos Leves sobre Trilhos (VLT) não estão circulando, enquanto as linhas Sul e Centro do metrô funcionam apenas no horário de pico, segundo a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU).

Nesta quarta-feira (15), organizações sindicais de todo o Brasil realizam paralisações e protestos. O movimento, organizado pela Frente Brasil Popular e pela Frente Povo sem Medo, contra a aprovação da Reforma da Previdência proposta pelo governo de Michel Temer. Em Pernambuco, a manhã de mobilizações nas vias que cortam o Estado

Em Jaboatão, o movimento foi liderado pelo Movimento de Luta dos Bairros e Favelas. A interdição aconteceu apenas no sentido subúrbio-cidade, por volta das 7h40. No mesmo horário, os dois sentidos da BR-101, na altura de Jardim São Paulo, estavam interditados por manifestantes ligados à Frente de Luta Povo Sem Medo e Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST).

As linhas Centro e Sul do metrô do Recife funcionam em horário reduzido nesta quarta-feira (15), segundo a Companhia Brasileira de Trens Urbanos. Os trens dessas linhas circulam das 5h às 9h e das 16h às 20h, que correspondem aos horários de pico do sistema metroviário. Além dessa mudança, a Linha Diesel (VLT) não opera ao longo do dia pelo mesmo motivo. Ainda segundo a Companhia, a circulação de trens volta ao horário normal, das 5h às 23h, a partir desta quinta-feira (16).

Responsável por representar os motoristas e cobradores de ônibus, o Sindicato dos Rodoviários informou que não orientou a categoria a parar, mas que vai participar de atos ao longo do dia. "Onde tiver protesto, pode ser que algum motorista pare. A reforma da Previdência como está, não dá. O problema não é só a questão da idade miníma", pontuou o presidente do sindicato, Benilson Custódio, apontando que a população não vai ser prejudicada.

O Sindicato dos Bancários confirmou que irá; participar do movimento. A categoria informou que pretende paralisar o movimento de suas agências na Avenida Conde da Boa Vista, das 10h às 12h. O funcionamento das agências em outras localidades depende da adesão dos funcionários ao movimento. O Sindicato dos Professores de Pernambuco também paralisam. E os trabalhadores em Educação foram convocados também para participar de uma assembleia da categoria.

Confira o que funciona e o que parou:

Ônibus: às 8h40, funcionam normalmente
Metrô: às 9h, interrempeu a operação. Está rodando apenas em horário de pico, das 5h às 9h e das 16h às 20h
VLT: Linha Diesel não funciona nesta quarta
Escolas municipais do Recife: funcionam parcialmente
Correios: às 8h50, agências e distribuição operam dentro da normalidade

Com informações do Portal G1 e da TV Jornal

Nenhum comentário:

Postar um comentário