quinta-feira, 30 de março de 2017

Nova Descoberta receberá campanha integrada de prevenção à violência

O bairro de Nova Descoberta, na Zona Norte do Recife, será alvo de um plano estratégico e integrado de prevenção à violência que envolverá secretárias estaduais e a ampla participação da população. Além de atividades regulares de cidadania na localidade, também foi definido durante reunião com lideranças comunitárias, na noite desta quarta-feira (29/03), um cronograma de encontros para mapear as vulnerabilidades da região e definir as ações de intervenção. Na ocasião, também foram detalhadas pelo major Gonçalves, do 11º Batalhão da Polícia Militar, as ações de segurança executadas pela Secretaria de Defesa Social no bairro.

As ações no bairro terão diversas frentes de atuação de caráter preventivo e educativo. A primeira delas acontece no sábado (08/04), com o Programa É Meu Direito, que vai oferecer gratuitamente serviços de saúde e emissão de documentação, além da realização palestras sobre temas diversos relacionados à violência. Já no sábado (29.04), será realizada uma nova reunião com as lideranças comunitárias e a comunidade para mapear as vulnerabilidades da região e definir as demais ações de intervenção no bairro, que vão compreender o enfrentamento a violação dos direitos da pessoa idosa, da população LGBT, da mulher, da criança e ao adolescente, além do combate ao uso de drogas e abuso sexual.

O conjunto de ações que serão realizadas em Nova Descoberta serão tocadas pela Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH), por meio da Secretaria Executiva de Direitos Humanos (SEDH) e pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ), através da Secretaria Executiva de Articulação Social (SEART). A construção das intervenções sociais e ações de cidadania serão executadas através do fortalecimento da rede de parceiros, integrando prefeituras, sociedade civil, articuladores comunitários e órgãos governamentais.

Líder comunitário na comunidade, Enoque Ramos, avaliou o encontro. “É muito importante vir debater com a comunidade, assim fica mais fácil para entender o que a gente realmente quer e precisa”. E acrescentou: “Acredito que com essas ações vamos diminuir os índices de violência, e garantir para os jovens da nossa comunidade mais oportunidades de cultura, esporte e lazer”, comemorou.

Secretario-executivo de Direitos Humanos, Eduardo Figueiredo destacou que a pauta de direitos humanos estará presente em todas as pastas e ações do Governo do Estado. “Ao aproximar a população para construção das políticas públicas de forma descentralizada, buscamos estreitar o vínculo das comunidades e os gestores públicos para, com coragem e de forma sincronizada, para fortalecer a cultura de paz, permeada pela proteção a pessoa idosa, a criança e o adolescente, respeito às diversidades, com foco na cidadania e articulação”, detalhou.

Secretária-executiva de Articulação Social, Anelena de Almeida, explicou a importância da ação articulada. “Quando integramos o governo, através de suas secretarias estaduais, e a sociedade conseguimos fazer com que a política pública chegue plena e efetivamente para quem está precisando dela, minimizando os impactos da violência”.

Imprensa SEDH

Nenhum comentário:

Postar um comentário