segunda-feira, 6 de março de 2017

Grupo de comunicação venezuelano conversa com TV Bandeirantes

Pouco antes do Carnaval, no último mês de fevereiro, emissários do grupo venezuelano Cisneros, um dos maiores de mídia do mundo, começaram conversas com a Band.

Segundo informações obtidas pela reportagem do TV História, as conversas tiveram um tom secreto. Não se falou sobre possível compra, mas sim de parceria de conteúdo, algo que a Band já tem com outros grupos.

A ideia é uma produção em conjunto de alguma atração, assim como a Band já tem com a Turner. Recentemente, ambas fizeram a versão brasileira do X Factor, que não teve grande êxito nas noites de segunda e quarta.

O problema é que, por conta das poucas informações que surgiram, os comentários foram fortes nos corredores da emissora do Morumbi. Uma ala do canal jurava que o Cisneros iria comprar 30% da Band.

Outros diziam que existiam negociações, usando como exemplo a Turner, que se interessou pela Band algum tempo atrás e pensou em comprar 30% de suas atividades -algo que acabou não acontecendo.

O Cisneros é um grupo de mídia venezuelano criado por Gustavo Cisneros, seu dono até os dias de hoje. O conglomerado tem investimentos em várias frentes, como meios de comunicação, entretenimento, mídia digital, investimento imobiliário, produtos de desenvolvimento e turismo.

Na Venezuela, Cisneros é sócio da Coca-Cola e dono do maior canal de TV aberta do país, a Venevision. O grupo também criou canais de TV paga, como o Space e o I.Sat, que foram vendidos para a Turner em 2007.

Também ajuda a distribuir, por toda a América Latina, os sinais de canais adultos da Playboy, como a Playboy TV e o Vênus - menos no Brasil, onde a sociedade da Playboy é com a Globosat.

TV História

Nenhum comentário:

Postar um comentário