terça-feira, 28 de março de 2017

Governo do ES registra 1ª morte por febre amarela

A região metropolitana de Vitória teve a primeira morte por febre amarela confirmada. O caso foi registrado no município de Cariacica, segundo o boletim divulgado pela secretaria de Saúde do Espírito Santo (Sesa) nesta segunda-feira (27). A Prefeitura de Cariacica informou que a vítima é um homem de 65 anos.

A Sesa disse que a investigação concluiu que a transmissão aconteceu na área rural, ou seja, é febre amarela silvestre. Até o momento, não há confirmação de febre amarela urbana no estado.

Ainda segundo a secretaria, o estado tem registrado queda no número de notificações de casos suspeitos da doença.


O Espírito Santo tem enfrentado um surto de febre amarela desde que o primeiro caso foi confirmado em janeiro. A primeira morte causada pela doença foi confirmada no dia 30 de janeiro e aconteceu em Ibatiba. Desde então, foram 37 mortes contabilizadas. Elas estão concentradas na região Sul, Serrana e Noroeste do estado.

Para combater a doença e imunizar a população, uma campanha de vacinação aconteceu na maioria dos municípios. As prefeituras organizaram mutirões e até o momento 2.596.368 pessoas foram imunizadas contra a febre amarela em todo o estado. Isso representa 72,56% da população.

A Sesa informou que, até o momento, foram distribuídas 3.332.030 doses para todo o estado.

Segundo o Ministério da Saúde, por enquanto, não há confirmação de que a febre amarela tenha chegado às áreas urbanas, onde a transmissão iria ocorrer por meio do Aedes aegypti. Todos os casos ocorreram em áreas rurais, de mata ou silvestres, atingindo municípios do interior dos estados, de acordo com o Ministério da Saúde. Nessas regiões, os mosquitos que transmitem a doença são o Sabethes e o Haemagogus.

Balanço da febre amarela no estado

Até a sexta-feira (24), o estado já havia recebido 344 notificações de suspeita de febre amarela. Desse número, 115 casos foram confirmados, 73 descartados e 37 evoluíram para óbito.

Confira os municípios onde as mortes aconteceram:

Muniz Freire: 5 casos
Brejetuba: 4 casos
Colatina: 4 casos
Irupi: 3 casos
Ibatiba: 2 casos
Itarana: 2 casos
Laranja da Terra: 2 casos
Pancas: 2 casos
Afonso Cláudio: 2 casos
Conceição do Castelo: 2 casos
Domingos Martins: 2 casos
Santa Maria de Jetibá: 2 casos
São Roque do Canaã: 1 caso
Vargem Alta: 1 caso
Conceição da Barra: 1 caso
Cariacica: 1 caso
Aracruz: 1 caso.

Os 115 casos confirmados são dos prováveis municípios:

Ibatiba: 19 casos
Colatina: 16 casos
Brejetuba: 9 casos
Conceição do Castelo: 8 casos
Muniz Freire: 7 casos
Pancas: 5 casos
Laranja da Terra: 5 casos
Baixo Guandu: 4 casos
Itarana: 4 casos
São Roque do Canaã: 4 casos
Afonso Cláudio: 4 casos
Castelo: 3 casos
Irupi: 3 casos
Itaguaçu: 3 casos
Domingos Martins: 3 casos
Cachoeiro de Itapemirim: 2 casos
Santa Maria de Jetibá: 2 casos
Iúna: 1 caso
Marilândia: 1 caso
Fundão: 1 caso
Ibiraçu: 1 caso
Aracruz: 1 caso
Serra: 1 caso
Santa Leopoldina: 1 caso
Vargem Alta: 1 caso
Santa Teresa: 1 caso
Alfredo Chaves: 1 caso
Cariacica: 1 caso
Conceição da Barra: 1 caso
Ibitirama: 1 caso.

Vacinação


Cariacica
Nesta terça-feira (28), a prefeitura de Cariacica realiza uma vacinação com horário ampliado. Das 9h às 21h, moradores poderão ser vacinados contra febre amarela nos postos volantes montados na Paróquia Bom Pastor, em Campo Grande, e na unidade de saúde de Itaquari.

Estarão disponíveis três mil doses para Campo Grande e duas mil para Itaquari. Também vai acontecer um reforço na unidade de Jardim Botânico com duas mil vacinas para comunidade. Essa mesma quantidade de doses será oferecida na unidade de Oriente, na quarta-feira (29)

.Nas demais unidades, a imunização acontecerá normalmente, nas salas de vacinação de segunda a sexta-feira, das 8h às 12 horas. Das 13h às 15h, a imunização nas unidades segue o calendário das vacinas de rotina, aplicadas em crianças, adolescentes, adultos e idosos.

Segundo a prefeitura, 175 mil pessoas já foram imunizadas no município. A população do município é de 384 mil habitantes, no entanto, a prefeitura esclareceu que desse número exclui-se os moradores que se vacinaram em outros municípios e aqueles que não podem receber a vacina, tais como idosos, pessoas com baixa imunidade, grávidas, bebês e etc.


Vitória
Até a segunda-feira (27), a Prefeitura de Vitória já tinha vacinado contra a febre amarela 301.351 pessoas, atingindo uma cobertura de 90,4%. Para atingir a meta total, é necessário vacinar 333 mil pessoas.

Para evitar filas, a prefeitura também faz um agendamento on-line da vacinação, que tem como objetivo garantir a aplicação da vacina para todos os moradores da capital com dia e horário previamente marcados.

No total, 28 unidades de saúde do município estão atendendo os agendamentos e acolhendo as demandas espontâneas. O agendamento está sendo ofertado em dois turnos (manhã e tarde) nos seguintes locais: Andorinhas, Fonte Grande, Ilha das Caieiras, Jardim Camburi, Jardim da Penha, Maruípe, Praia do Suá, República, Resistência, Santa Luiza, Santo André, Santo Antônio, Vitória/Parque Moscoso, Alagoano, São Pedro V, da Penha, do Quadro, Grande Vitória, Consolação, Ilha de Santa Maria, Ilha do Príncipe, Itararé, Jabour, Jesus de Nazareth, Maria Ortiz, Santa Martha, São Cristóvão e Forte São João.

Vila Velha
Em Vila Velha, 64% da população que poderia ser imunizada recebeu a dose da vacina. Ao todo, 270.385 pessoas foram vacinadas até a segunda-feira (27).

A vacinação acontece em 17 postos de saúde do município de segunda a sexta-feira. São eles: Glória, Ibes, Vila Nova, Santa Rita, Barramares, Ulisses Guimarães, Jardim Marilândia, Paul, Araçás, Dom João Batista, Vila Garrido, São Torquarto, Vale Encantado, Barra do Jucu, Ponta da Fruta, Terra Vermelha e Coqueiral de Itaparica.

Serra
A vacinação na Serra já atingiu mais de 96% do público alvo da campanha. Segundo a prefeitura, 385 mil pessoas foram imunizadas.

A Prefeitura da Serra informou que está em busca do morador que ainda não recebeu a dose. O atendimento é rápido e não há filas nos 38 pontos de vacinação do município.

As doses estão sendo disponibilizadas de segunda à sexta-feira, das 8 às 16 horas. Basta levar documento pessoal, cartão de vacina (se tiver), e comprovante de residência. Pessoas que precisam de laudo devem agendar consulta na própria rede municipal, que vai encaminhar para a vacinação, caso estejam aptas a receber a dose.


Morte de macacos
Segundo o governo do estado, a secretaria de Saúde recebeu a notificação de mortes de macacos em 52 municípios, dos quais 21 municípios tiveram amostras confirmadas para febre amarela. São eles:

Afonso Cláudio
Cariacica
Castelo
Colatina
Conceição do Castelo
Domingos Martins
Guarapari
Ibatiba
Irupi
Itaguaçu
Itarana
Iúna
Laranja da Terra
Marechal Floriano
Pancas
Santa Maria de Jetibá
Santa Teresa
Serra
Venda Nova do Imigrante
Viana
Vitória.


Portal G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário