quinta-feira, 16 de março de 2017

Ex-amante de Yousseff é indiciada pela PF

A modelo Taiana Camargo, ex-amante do doleiro Alberto Youssef, foi indiciada pela Policia Federal pelos crimes de lavagem ou ocultação de bens, direitos e valores, no âmbito da Operação Lava Jato.

Segundo os investigadores, Youssef, um dos primeiros alvos da Lava Jato, transferiu um apartamento e a sociedade em um restaurante para Taiana, além de pagar despesas cotidianas e presenteá-la com um carro BMW.

Para a PF, Taiana sabia das atividades ilícitas do doleiro "ou, ao menos, era presumível que soubesse delas". "Procede-se o indiciamento indireto ante a contumácia da indiciada de não prestar esclarecimentos em sede policial. Intimada em 03/03/2016 (117v) não compareceu pedindo para ser ouvida por precatória (fI 120). Expedida carta precatória, não compareceu às oitivas marcadas para os dias 25/07/2016 apesar da intimação, fi143. Em nova intimação para o dia 06/10/2016, obteve-se a informação de que se encontrava no exterior. (fI 150). A carta precatória foi devolvida sem cumprimento", diz o despacho da Polícia Federal.

Portal Brasil 247

Nenhum comentário:

Postar um comentário