quinta-feira, 2 de março de 2017

Espanha: Propagandas transfóbicas são retiradas de Ônibus

A Prefeitura de Madri mandou nesta terça-feira (28/02) interromper a circulação de um ônibus que carregava uma propaganda transfóbica da organização ultracatólica Hazte Oír. A campanha sofreu críticas do governo, da oposição e de ativistas de direitos humanos.

O veículo, laranja, continha o texto “Os meninos têm pênis. As meninas têm vulva. Que não te enganem. Se nasces homem, és homem. Se és mulher, seguirás sendo”.

A organização tem histórico de campanhas homofóbicas e transfóbicas. A porta-voz do governo de Madri, Rita Maestre, afirmou que o veículo circula uma campanha de ódio e, por isso, descumpre regras de “mobilidade e publicidade”. Além disso, a prefeitura pediu a intervenção do Ministério Público e da Polícia Municipal para investigar o caso e tirar definitivamente as propagandas.

A Hazte Oír disse que o ônibus “não quer discriminar ninguém”. A organização tentou se justificar dizendo que o texto “reconhece um feito da biologia e defende a liberdade ideológica” e afirmou que pretende levar o veículo para outras cidades do país.

A prefeita de Barcelona, Ada Colau, por sua vez, disse que vai impedir, também, o ônibus de circular na cidade. “Em Barcelona, não há lugar para ônibus lgbtfóbicos”, afirmou, no Twitter.

Opera Mundi

Nenhum comentário:

Postar um comentário