quarta-feira, 8 de março de 2017

#DiaDaMulher - Louise Ribeiro


A estudante de Biologia, Louise Ribeiro, de 20 anos, foi assassinada pelo colega de curso Vinícius Neres após ser forçada a ingerir clorofórmio. O crime ocorreu dentro de um laboratório do curso de biologia da Universidade de Brasília (UnB), no dia 10 de março de 2016. 

Louise foi dopada com clorofórmio e, depois de inconsciente, teve 200 mL do produto químico injetados na boca por Vinícius Neres. O produto é altamente tóxico e letal.

Louise foi encontrada com um arame nas pernas e um lacre de plástico nas mãos. O corpo tinha marcas de carbonização no rosto e nas partes íntimas, e estava apenas parcialmente vestida. As roupas nunca foram encontradas.

O corpo da jovem foi encontrado em uma área de cerrado no Setor de Clubes Norte, próximo à UnB, após indicação do local por Neres. O carro dela foi achado abandonado no estacionamento da universidade. Amigos da estudante avisaram a polícia e disseram que Neres podia ter envolvimento com o crime, devido à suposta fixação que o estudante tinha por Louise. Em depoimento, Vinícius disse que “teve uma sensação de controle, o que na hora foi muito bom”.

Vinícius foi preso horas após a descoberta do crime, e deve permanecer detido até o julgamento. Ele é apontado como principal suspeito e chegou a confessar a autoria do assassinato à Polícia Civil, no momento da prisão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário