quarta-feira, 8 de março de 2017

#DiaDaMulher - Luana dos Reis

Luana dos Reis, 35 anos, foi agredida por PMs no dia 8 de abril de 2016 ao exigir que uma policial do sexo feminino a revistasse, mas a solicitação não foi atendida, e ela não permitiu que o procedimento fosse feito por agentes homens, foi quando, segundo sua irmã Roseli, as agressões começaram.

O tenente coronel da PM, Francisco Mango Neto, negou as agressões e informou que o motivo da abordagem foi a suspeita de que Luana dirigia naquele momento uma moto roubada. De acordo com a Polícia Militar, os agentes reagiram depois que foram desacatados e agredidos por Luana.

Uma testemunha afirma que Luana foi brutalmente agredida por pelo menos seis policiais. ela morreu no hospital no dia 13 de abril de 2016, devido a uma isquemia cerebral aguda, causada por traumatismo crânio-encefálico.

Em 3 de fevereiro de 2017 a Justiça Militar do Estado de São Paulo (JMSP) arquivou a investigação contra os três policiais militares, alegando "total ausência de provas".

Nenhum comentário:

Postar um comentário