quinta-feira, 9 de março de 2017

Crivella: "saúde e educação não serão poupadas do corte de despesas"

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, disse hoje (9) que nenhuma secretaria municipal será poupada do corte de R$ 700 milhões nas despesas da prefeitura. Até mesmo as áreas de educação e saúde terão que contribuir para o ajuste das contas do Executivo municipal.

“Não há nada para celebrar sobre isso. Todos vão entrar no esforço. Claro que a educação e a saúde são as que menos vão contribuir, mas todas vão contribuir em alguma coisa”, disse o prefeito, após a inauguração de uma mostra de grafites no Boulevard Olímpico, na zona portuária da cidade.

No início de fevereiro, Crivella afirmou que o déficit nas contas da prefeitura chegava a R$ 3 bilhões. “As despesas deste ano estão previstas em R$ 29 bilhões e a arrecadação em R$ 26 bilhões, o que dá um rombo de R$ 3 bilhões”, disse, na ocasião, atribuindo o déficit ao aumento do custeio da máquina pública e aos empréstimos contraídos na gestão do prefeito Eduardo Paes.

Agência Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário