segunda-feira, 27 de março de 2017

Centrais Sindicais convocam greve para 28 de abril contra terceirização e reformas da Previdência e trabalhista




Nove centrais sindicais divulgaram nota nesta segunda-feira em que convocam uma paralisação dos trabalhadores para o dia 28 de abril em protesto contra a aprovação do projeto de lei que regulamenta a terceirização, além das reformas trabalhista e da Previdência.

"Em nossa opinião, trata-se do desmonte da Previdência pública e da retirada dos direitos trabalhistas garantidos pela CLT (Consolidação das Leis do Trabalho)", afirmaram as centrais na nota assinada por Força Sindical, Central Única dos Trabalhadores (CUT), Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB), Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB), Nova Central, União Geral dos Trabalhadores (UGT), Intersindical, CSP-Conlutas e Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB). "Por isso, conclamamos todos, neste dia (28 de abril), a demonstrarem o seu descontentamento, ajudando a paralisar o Brasil", acrescenta a nota assinada por dirigentes das nove centrais.

No dia 15 de março uma série de paralisações convocadas pelas centrais contra a reforma da Previdência levou centenas de milhares de pessoas às ruas em manifestações realizadas em várias cidades do país. Além disso, várias categorias realizaram greves e, em cidades como São Paulo, a paralisação de funcionários do metrô e de motoristas de ônibus complicou a locomoção dos usuários e o trânsito da cidade.


Com informações do Jornal Extra (Rio) e Agência Reuters

Nenhum comentário:

Postar um comentário