quinta-feira, 23 de março de 2017

Carnes de laboratório pode poupar vidas de animais

Uma empresa dos EUA anunciou que conseguiu produzir carne de frango e de pato sem precisar sacrificar o animal. De acordo com a Memphis Meat, companhia que desenvolveu o produto, isso foi possível por meio da reprodução celular.

Ou seja: células são retiradas dos animais e têm sua reprodução estimulada em laboratório – em um processo que, diz a empresa, culmina na produção de carne. No ano passado, a Memphis Meat afirma ter conseguido fazer o mesmo com uma almôndega de carne bovina.

De acordo com a empresa, a técnica de produção de carne em laboratório representa “90% menos terra para pasto, água e gás de efeito estufa do que a produção convencional”. O objetivo, agora, é diminuir os custos de produção para tornar as carnes disponíveis para o púbico em 2021.

O  The Wall Street Journal afirma que pessoas que provaram o produto durante uma sessão de testes em São Francisco, nos EUA, disseram que o alimento tem efetivamente gosto de frango. De acordo com a empresa, frangos são a fonte mais popular de proteína nos EUA, representando um mercado que movimenta, só no país, US$ 90 bilhões.

Opera Mundi

Nenhum comentário:

Postar um comentário