sexta-feira, 24 de março de 2017

Alguém pra fugir comigo

A montagem “Alguém Pra Fugir Comigo”, que estreou no 23º Grandes Espetáculos em janeiro, volta aos palcos recifenses para curta temporada no Teatro Hermilo Borba Filho, no Bairro do Recife. A peça do Resta Um Coletivo de Teatro fica em cartaz durante dois finais de semana – nesta sexta-feira (24), sábado (25) e domingo (26), e nos dias 31 de março, 1º e 2 de abril. 

O espetáculo, realizado pelo Resta Um Coletivo de Teatro, não tem linearidade cronológica e contém relatos de fatos verídicos e ficcionais, ocorridos recentemente ou há décadas, no Brasil atual e na Europa do século XIX, ligados à corrupção, ao trabalho escravo, às vidas nas grandes cidades, à solidão e à discriminação. A peça tem direção de Quiercles Santana e tem no elenco os atores Analice Croccia, Ane Lima, Caique Ferraz, Luis Bringel, Nataly Sousa, Pollyanna Cabral e Wilamys Rosendo.

Foram 10 meses de montagem, desde a criação, em março do ano passado, até a estreia, em janeiro deste ano. A montagem também recebeu os prêmios Apacepe de Melhor Iluminação e de Melhor Direção, além da indicação à categoria Melhor Figurino. Os ingressos para a primeira temporada da peça custam R$ 30 e R$ 15 (meia-entrada) e podem ser adquiridos pela internet ou na bilheteria do teatro, aberta uma hora antes do início do espetáculo.

“Alguém Pra Fugir Comigo” toca nas questões políticas e sociais e que são ressignificadas ao longo da vida. Para isso, a peça faz uso de canções, provérbios, imagens e quadros isolados, com uma narrativa não-linear. A montagem também explora fatos reais e fictícios, contemporâneos e históricos, do Brasil e da Europa, para promover essa discussão. A corrupção, o trabalho escravo, às vidas nas cidades grandes, a solidão e a discriminação são alguns temas abordados na trama. 

SERVIÇO:
Alguém Pra Fugir Comigo
Quando: 24, 25, 26 e 31 de março, 1º e 2 de abril
Horário: sextas e sábados, às 19h; domingos, às 18h
Onde: Teatro Hermilo Borba Filho (Cais do Apolo, s/n, Bairro do Recife)
Ingressos: R$ 30 e R$ 15 (meia entrada), à venda no site Sympla e na bilheteria do teatro

Com informações do Portal G1, da Folha PE e da atriz Nataly Souza

Nenhum comentário:

Postar um comentário