quarta-feira, 8 de março de 2017

#DiaDaMulher - Daniella Perez

A atriz e bailarina Daniella Perez tinha 22 anos quando foi assassinada por Guilherme de Padua e Paula Nogueira no dia 28 de dezembro de 1992. Era filha da novelista Gloria Perez e esposa do ator Raul Gazolla.

Paula e Guilherme prepararam uma emboscada e segundo a acusação, mataram Daniella com 18 punhaladas, que perfuraram o pescoço, o coração e os pulmões da atriz. A razão alegada foi ciúmes que Paula teria de Daniella, que fazia par romântico com Guilherme na novela De Corpo e Alma, escrita por Glória.

Julgados por homicídio duplamente qualificado, com motivo torpe e impossibilidade de defesa da vítima, Paula e Guilherme foram condenados a 19 anos de prisão. Todavia, cumpriram apenas seis anos da pena.

A indignação popular que se seguiu a esse episódio resultou na alteração da legislação penal graças aos esforços de Glória Perez, que encabeçou uma campanha de assinaturas e conseguiu fazer passar a primeira iniciativa popular de projeto de lei a se tornar lei efetiva na história do Brasil.

Após serem libertados da prisão, Paula e Guilherme se separaram em 1999. Paula continua vivendo no Rio, se tornou advogada, casou-se novamente e teve outros dois filhos. O filho que tivera com Guilherme, hoje com 24 anos, foi criado pelo atual marido de Paula. 

Convertido a uma igreja evangélica, hoje Pádua mora em Belo Horizonte, trabalha com informática e é obreiro da igreja onde frequenta e se casou novamente. A segunda esposa, a produtora de moda Paula Maia, quando não quis mais relacionar-se com ele, pedindo a separação, passou a receber ameaças do ex-ator.

Nenhum comentário:

Postar um comentário