segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

SP: As exigências da Igreja Católica para a Unidos de Vila Maria




Pela primeira vez na história do Carnaval, uma escola de samba ganhou autorização da Igreja Católica para elaborar um enredo. Não só autorização, como orientações de como deveria ser o desfile no Sambódromo do Anhembi.

Com seis carros e cerca de 3.500 integrantes, a Unidos de Vila Maria exibiu na madrugada deste sábado (26) uma combinação de fé e samba na avenida.

Ela levou alegorias e adereços inspiradas em papas, no Espírito Santo, em Jesus Cristo e, principalmente na figura mais importante do samba-enredo: Nossa Senhora Aparecida. A escola de samba da zona norte fez uma homenagem aos 300 anos do encontro da imagem da santa.

De acordo com a Veja São Paulo, foram necessários 6 meses de reuniões para a agremiação convencer a Cúria Metropolitana de que não haveria nada impróprio no desfile.

No Sambódromo, o grupo transformou alas e carros alegóricos em uma verdadeira romaria ritmada pelo samba. Para isso, teve que atender a uma série de exigências da Cúria - que incluiu ausência nudez (como a da modelo e apresentadora Dani Bolina, na foto ao  lado) e de sincretismo religioso.

A seguir, você acompanha uma lista de 10 exigências da Cúria Metropolitana para o desfile da Unidos de Vila Maria.


1. Não levarás nada à avenida sem o aval dos padres.


2. Não tirarás a roupa: as passistas devem estar cobertas do pescoço aos pés.


3. Não praticarás sincretismo religioso.


4. Não permitirás excessos. Por isso, nada de abuso de bebidas durante os ensaios.


5. Não cometerás atos discriminatórios, mas transexuais não serão destaque.


6. Preservarás a imagem de Aparecida: em eventos na quadra, ela será coberta.


7. Não serás avarento, pois temas ecumênicos rendem pouco dinheiro.


8. Não serás orgulhoso: nada de cantar o possível título antes do tempo.


9. Abençoarás objetos antes do desfile.

10. Venerarás Aparecida sobre todas as coisas, banindo vaidades pessoais.


The Huffington Post Brasil






Nenhum comentário:

Postar um comentário