quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Presos homem e mulher acusados de assalto à Brinks

Um homem e uma mulher foram detidos sob suspeita de envolvimento com a quadrilha que assaltou a transportadora de valores Brinks, na Zona Oeste do Recife, na terça-feira (21). Segundo Amaral, com a mulher foi achada parte do arsenal usado na investida, incluindo armas e explosivos. Ela seria companheira de um dos integrantes da quadrilha. O homem teria participado do assalto. 

Na noite de quarta-feira (22), o secretário de Defesa Social do estado, Angelo Gioia, havia anunciado que a polícia tinha prendido uma pessoa e que, numa ação integrada, policiais Civil e Militar continuavam atuando no terreno onde ocorreu a investida. “Estamos no início das investigações e, por isso, não podemos adiantar muita coisa. Porém, a mulher estava com o arsenal usado, armas e explosivos. Ela seria mulher de um dos integrantes e foi detida por fazer parte da logística do assalto. O homem participou do próprio roubo”, pontuou Joselito Amaral.


Amaral adiantou que a transportadora ainda não se posicionou oficialmente sobre o valor roubado. Inclusive, não se sabe se, realmente, conseguiram subtrair alguma quantia. Funcionários da Brink´s foram ouvidos pela polícia na quarta (22).

“Houve um furo no planejamento dessa quadrilha. A ação foi muito planejada. No entanto, o montante que se queria não foi obtido. A gente diz que a resposta da polícia teve êxito porque essa associação, mesmo que foragida, não está capitalizada da forma que queria”, completou.

Entenda a ação

A ação dos bandidos teve início por volta das 3h da terça (21). Ao todo, foram cinco pontos de bloqueios para facilitar a ação criminosa, de acordo com a PM e a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU).

O primeiro ocorreu na Ponte do Jiquiá, na Avenida José Rufino com a Rua São Miguel. Ainda na José Rufino, outro bloqueio só que no cruzamento com a Avenida Recife, onde deixaram um carro queimado pouco antes do Viaduto Ulisses Guimarães. Um ponto no viaduto e outro logo após ele. O último bloqueio foi formado na Avenida Recife próximo ao Conjunto Habitacional Ignêz Andreazza.

Portal G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário