sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Pessoas com Síndrome de Down vão atuar como recepcionistas de eventos


“A sociedade sempre alega que as pessoas com Down são totalmente limitadas. Agora, estou dando a volta por cima e consigo provar que tenho condições de trabalhar”, declarou Micheli Souza, 42. Dedicada, ela esteve atenta a cada detalhe do curso “Recepcionistas de Eventos para Pessoas com síndrome de Down”, que reuniu mais 19 alunos. 

Essas conquistas são resultado da iniciativa pioneira no Estado, encabeçado pela D&A Consult, que vem capacitando essas pessoas gratuitamente. “Nossa intenção é estimular o desenvolvimento das capacidades pessoais de cada aluno e conscientizar a sociedade que eles são capazes de aprender e trabalhar e merecem ocupar um espaço no mercado de trabalho”, esclareceu a consultora Adriana Cavalcanti, sócia da D&A Consult e instrutora do curso. Segundo ela, a afetividade é um diferencial para os profissionais de eventos. "No treinamento, eles aperfeiçoam esses gestos para o recebimento, credenciamento e acolhida nas cerimônias", destaca Adriana. 

Ainda, segundo a consultora, a capacitação proporcionou a integração de todos os atores envolvidos na ação. “Para isso, a D&A Consult executa um treinamento diferenciado: aos participantes é oferecido o aprendizado de um novo ofício, que os torna habilitados para o ambiente corporativo. Em paralelo, os empresários são motivados a inserir os profissionais com síndrome de Down nas suas equipes, gerando oportunidades e e buscando a excelência da saúde da organização”.

É o caso da empresária Andréa Guerra. Otimista com a ação, ela anunciou uma contratação logo após o curso. “E não para por aí. Pretendo ampliar meu quadro de funcionários, concedendo novas oportunidades para essas pessoas”, adiantou. A iniciativa é da Secretaria de Turismo de Pernambuco.



Nenhum comentário:

Postar um comentário