sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Mudança nos comandos da Segurança Pública em Pernambuco

Na tarde de hoje (17), o Governo de Pernambuco promoveu mudanças nos comandos da Polícia Civil de Pernambuco e na Polícia Militar de Pernambuco. O coronel Vanildo Maranhão substituirá o coronel Carlos D’Albuquerque (foto à esquerda) no comando da Polícia Militar. Atualmente, o coronel Vanildo ocupa o cargo de diretor das Especializadas da PMPE. O delegado Joselito Amaral substituirá Antônio Barros (foto à direita) como chefe da Polícia Civil. Amaral é o atual diretor da Área Integrada Metropolitana. A transmissão dos cargos ocorrerá na segunda-feira (20).

O atual comandante do Estado-Maior da PMPE, coronel André Cavalcanti, assume o subcomando da corporação. Ele troca de posição com o coronel Adalberto Freitas, que passa a chefiar o Estado-Maior da Polícia Militar. Na Polícia Civil, o chefe-adjunto será o delegado Charles Gutiergues.

Crise -  A mudança de comando ocorreu porque a segurança pública de Pernambuco passa por uma crise institucional, que reflete em números: nos 31 dias do mês de janeiro deste ano, Pernambuco teve 479 homicídios, o maior número de assassinatos no estado dos últimos 10 anos. 

No Recife, 70 assassinatos foram registrados no mês passado, o equivalente a 10,63% dos 658 casos de Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLI) registrados no ano passado na capital. Na série anual, foram contabilizados 4.479 homicídios no estado em 2016, o número mais alto desde 2009, dois anos após a criação do Pacto Pela Vida.
Também aumentou o número de roubos e furtos de celulares no estado, com alta de 47% no ano passado. No País, o aumento de roubos de celulares foi de quase 50% no mesmo período.
Com informações da
Secretaria de Imprensa de Pernambuco
e do Portal Brasil 247

Nenhum comentário:

Postar um comentário