sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

MEC pagou youtubers para defender Novo Ensino Médio

O Ministério da Educação (MEC) pagou 65 mil reais para dois youtubers defenderem em um vídeo a Reforma do Ensino Médio, sancionada pelo presidente Michel Temer. Produzido em outubro, o vídeo, com 1,7 milhão de visualizações, não deixava claro que o conteúdo era uma uma campanha publicitária. As informações são da edição desta sexta-feira do jornal Folha de S.Paulo.

Sob aparência de espontaneidade, o vídeo reforça os principais pontos do Novo Ensino Médio, como o aumento da carga horária, e rebate as principais críticas, de que a nova fórmula vai excluir disciplinas e prejudicar o aprendizado básico como um todo, uma vez que metade do segundo grau será para o estudo de conteúdos específicos da área em que o aluno se interessa. “Você que quer trabalhar com História, não vai querer ficar perdendo tempo com célula”, diz no vídeo o youtuber Lukas Marques, um dos apresentadores do canal “Você Sabia?”.

Revista Veja

Nenhum comentário:

Postar um comentário