segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

DST's e violência contra a mulher em debate no Hospital Dom Helder Cãmara

O Hospital Dom Helder Câmara (HDH), no Cabo de Santo Agostinho, promove nesta terça-feira (21) uma rodada de diálogo sobre doenças sexualmente transmissíveis, as DST’s, com os pacientes e acompanhantes.

O objetivo do diálogo, que está sendo promovido pelos departamentos de serviço social e psicologia do hospital, é alertar as pessoas, principalmente neste período carnavalesco, sobre os riscos do sexo desprotegido. “Estamos promovendo esta conversa porque nesta época do ano, com o excesso de bebida, alguns foliões terminam deixando de se proteger. A folia passa, mas as doenças ficam”, alerta Mayara Mendes, coordenadora de serviço social do Dom Helder.

Durante a conversa, haverá a distribuição de material socioeducativo, além da entrega de preservativos e lubrificantes. “O uso de preservativos é de extrema importância porque sem ele a pessoa está exposta a doenças como a sífilis, algumas formas de hepatite, herpes e o HIV”, alerta o médico infectologista do Hospital Dom Helder Câmara, Evandro Castro.

Além da conversa sobre as DST’s a equipe vai aproveitar para conversar sobre violência contra a mulher. Todo o material foi disponibilizado pela Secretaria da Mulher e pela Secretaria de Saúde do Estado.

Juntamente com as ações de conscientização, o saxofonista Renato Massa tocará frevo pelo hospital desenvolvendo as ações planejadas pelo serviço de psicologia do HDH para tornar o ambiente mais acolhedor e humano.

Com informações da jornalista Roberta Vasconcelos

Nenhum comentário:

Postar um comentário