terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Clima de guerra no Recife



A Zona Oeste do Recife passou por uma madrugada de terror nesta terça-feira (21). Cerca de 30 bandidos assaltaram a transportadora de valores Brink's. Houve explosões e três policiais militares ficaram feridos. Três carros foram incendiados para dificultar a a ação policial. As ações dos assaltantes aconteceram nos bairros da Estância, Areias e Caçote. 

Moradores de outros três bairros disseram terem ouvido tiros - Jardim São Paulo, Ibura e Jiquiá. Ninguém foi preso. Segundo o comandante da PM, coronel Ivanildo Maranhão, os criminosos levaram a quantia que estava no cofre. O valor gira em torno de R$ 60 milhões. 

A ação, que começou por volta das 3h, fez o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, cancelar a agenda que tinha em São Paulo e em Brasília. O chefe do executivo estava em Campinas (SP) desde a noite de segunda-feira (20) e volta à capital pernambucana nesta terça, de acordo com a Secretaria de Imprensa do governo estadual.

O comandante da PM, coronel Vanildo Maranhão, informou que, para entrar no cofre, os criminosos explodiram o muro de uma loja de conveniência de um posto de combustíveis, que fica no terreno ao lado, da empresa de transporte de valores. Segundo o coronel, o primeiro ataque aconteceu quando os bandidos furaram uma blitz do Batalhão de Trânsito, na Avenida Recife.

"Eles estavam com caminhões para furar o bloqueio. Eles fizeram um cerco de 360 graus em volta da empresa. É um grupo altamente armado e organizado. De acordo com os policiais que atuaram na ocorrência, os ladrões tinham sotaque do Sul e Sudeste do país", acrescentou. As entrevistas foram publicadas no G1.

A Avenida Recife, uma das principais vias da Zona Oeste, foi interditada no sentido Zona Sul. Em cima do viaduto Ulisses Guimarães, criminosos abandonaram um dos veículos usados na ação. Um carro blindado foi pintado de preto e a placa retirada para dificultar a identificação. 

De acordo com o gerente do posto de combustíveis, Pedro Cavalcanti, os bandidos "chegaram informando aos funcionários que não iam fazer nada com eles, que o objetivo era entrar na empresa". "Eles mandaram os funcionários se deitarem e destruíram as câmeras de segurança. Depois disso, os funcionários só ouviram a explosão. Os criminosos mandaram todos correr", disse.

A PM mobilizou cerca de 138 homens de vários batalhões e grupos táticos. Um helicóptero foi usado para localizar os suspeitos.

Em nota, a Brink's informou que está colaborando com as autoridades no levantamento de informações e na investigação. "Nenhum colaborador da empresa ficou ferido durante o ocorrido", afirmou.

Veja as imagens e sons do medo que tomou conta dos moradores:








Portal Brasil 247 (Texto)
Folha de Pernambuco (Vídeo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário