quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Ceará: mulher trans é jogada de um viaduto

Neste domingo (19), ocorreu um novo caso de preconceito em Fortaleza, no Ceará. A travesti Hérika Izidoro foi espancada por diversos homens e depois jogada de um viaduto. O crime aconteceu enquanto ela estava trabalhando. Na manhã seguinte, a travesti foi encontrada com o braço fraturado, exposição de massa encefálica e traumatismo craniano. 

Ao ser socorrida, foi encaminhada ao Instituto Doutor José Frota, onde ainda está internada em estado grave. O caso é acompanhado pela Coordenadoria da Diversidade Sexual de Fortaleza. Helena Vieira, ativista de Direitos Humanos informou que um Boletim de Ocorrência foi lavrado pela família, para que uma investigação seja aberta. 

Até o momento, nenhum suspeito foi preso. De acordo com dados da Transgender Europe, no ano de 2015, o Brasil foi o campeão de homicídios de travestis e transexuais.

Com informações do Portal Geledés e do site CNews (CE)

Nenhum comentário:

Postar um comentário