quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Anvisa suspende venda de anticoncepcional permanente Essure

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) suspendeu a importação, distribuição e comercialização do anticoncepcional Sistema Essure, registrado pela empresa Commed Produtos Hospitalares e fabricado pela Bayer, em nota divulgada na segunda-feira (21).

De acordo com a agência, o departamento de Saúde do Canadá (Health Canada) e a FDA (Estados Unidos) emitiram comunicados sobre a detecção de riscos de sérias complicações com o uso do produto, dentre elas: sangramento menstrual, gravidez indesejada, dor crônica, risco de perfuração do útero e das trompas, migração do dispositivo, alergia e sensibilidade ou reações do tipo imune.

A página oficial do produto colocou um aviso sobre os efeitos adversos que algumas mulheres tiveram após a colocação do anticoncepcional.

O Essure consiste em um dispositivo de titânio e níquel, implantado no primeiro terço da tuba uterina, que expande-se ao ser liberado e deixa as trompas obstruídas, o que faz dele um método contraceptivo permanente.

Em nota, a assessoria de imprensa da Commed disse estar surpresa com a decisão da agência de suspender a comercialização do produto no país. “A empresa está apurando junto às autoridades os motivos que levaram à suspensão do produto, produzido mundialmente pela Bayer. A Commed reitera seu comprometimento com a ética e responsabilidade social, colocando-se à disposição para fornecer informações a respeito da eficácia e segurança do produto comprovadas por inúmeros estudos nacionais e internacionais”.

A Bayer, fabricante do Essure, disse que a suspensão foi feita sem conhecimento prévio da empresa. “A Bayer está trabalhando junto a Commed para entender o motivo pelo qual levou a Anvisa a tomar essa decisão. A Bayer ressalta que o Essure é uma opção segura para mulheres que desejam adotar um método contraceptivo permanente. Informamos ainda que, há mais de uma década após a comercialização em diversos países, o produto vem sendo testado e um extenso número de evidências reiteram o perfil de benefício/risco positivo do Essure”.

Portal UOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário