sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Obra de esgotamento sanitário, na Avenida Sul está 65% concluída

A obra que  a Compesa realiza na Avenida Sul, no bairro de São José,  de recuperação de uma das principais tubulações do sistema de esgotamento sanitário do Recife,  já está  65% concluída. A intervenção foi iniciada em novembro de 2016, entre as ruas Brito e Aripuanã,  e  atualmente se encontra nas proximidades  do número 1.115, entre a Travessa do Gáspar e a Rua Maceió. A obra está seguindo o cronograma planejado, que prevê ser concluída no mês de março, apesar de uma interrupção das ações programada para o mês de fevereiro, 15 dias antes do Carnaval. Os serviços serão retomados após o período de folia. Os veículos que trafegam pelo local devem continuar a realizar o desvio na própria via, à esquerda.
 
Serão recuperados 495 metros do coletor 'tronco', uma tubulação de 1, 2 metro de diâmetro, que é antiga e está assoreada, e integra parte de um sistema que atende a 15 bairros da área central do Recife: São José, Recife, Santo Antônio, Ilha do Leite, Boa Vista, Paissandu, Derby, Graças, Espinheiro, Santo Amaro, Campo Grande, Coelhos, Aflitos e Soledade. Até o momento, já foram recuperados 325 metros da tubulação, o que corresponde a 65% da obra. Todas interdições aconteceram apenas na faixa de ônibus e em trechos de 165 metros, por vez, minimizando os transtornos para a população e o tráfego na Avenida Sul. 


Considerada complexa e de grande porte, a obra é realizada com a rede ainda em funcionamento e apresenta diversas interferências como a incidência alta de lençol freático e influência da maré, além da tubulação estar localizada a aproximadamente três metros de profundidade. A intervenção na Avenida Sul é realizada pela Odebrecht Ambiental, parceira da Compesa no Programa Cidade Saneada, e vai elevar em até 70% a capacidade coletora dessa tubulação, melhorando o processo de escoamento dos efluentes, a operacionalidade do sistema, e vai evitar futuros extravasamentos. Esta é apenas uma das etapas de recuperação do coletor tronco, que possui ao todo 3.900 metros de extensão, e na qual serão investidos de R$ 10,5 milhões. Só para esta etapa foi destinado R$ 1,5 milhão.

Imprensa Compesa

Nenhum comentário:

Postar um comentário