segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Hoje tem #ForaTemer em Petrolina



A mobilização em torno do movimento que pede a saída de Michel Temer da Presidência da República não está restrita apenas as capitais brasileiras.
Em Petrolina, no sertão pernambucano, um grupo formado por movimentos sociais como o Levante Popular da Juventude, Marcha Mundial das Mulheres, União da Juventude Comunista, Coletivo Feminista-Classista Ana Montenegro, Diretório Central dos Estudantes (DCE - Gestão Resistência - UNIVASF), além de sindicatos e da população em geral promete reunir, nesta segunda-feira (4), milhares de pessoas em uma marcha pelas ruas da maior cidade do Sertão do Estado.
"O governo golpista atua para garantir o lucro dos banqueiros e megaempresários às custas do sangue e suor do trabalhador. As medidas que o governo ilegítimo anunciou são terríveis para a população! Temer já anunciou a reforma da previdência (vai demorar mais para se aposentar), desmonte do SUS, flexibilização das leis trabalhistas (ou seja, precarização total do emprego), corte de verbas para as universidades federais, congelamento do salário dos servidores públicos por 20 anos e não realização de concursos públicos", justifica a direção do movimento em nota.
Confira a íntegra da nota emitida pelo grupo:
Vivenciamos um processo de aprofundamento da crise do capitalismo, que promove um enorme desemprego, promove privatizações das empresas e dos serviços públicos, retirada de direitos sociais do povo trabalhador, aumenta a exploração e a opressão!
É nesse contexto que acontece o processo golpista de impeachment de Dilma Roussef. Depois do impedimento, quem assumiu foi o golpista usurpador Michel Fora Temer. Esse golpe visa um arrocho e um ataque de forma mais rápida e violenta contra a classe trabalhadora.

O governo golpista atua para garantir o lucro dos banqueiros e megaempresários às custas do sangue e suor do trabalhador. As medidas que o governo ilegítimo anunciou são terríveis para a população! Temer já anunciou a reforma da previdência (vai demorar mais para se aposentar), desmonte do SUS, flexibilização das leis trabalhistas (ou seja, precarização total do emprego), corte de verbas para as universidades federais, congelamento do salário dos servidores públicos por 20 anos e não realização de concursos públicos. 

Por causa do golpe, do arrocho econômico e da retirada de direitos historicamente conquistados, diversas organizações de esquerda como o Levante Popular da Juventude, Marcha Mundial das Mulheres, União da Juventude Comunista, Coletivo Feminista-Classista Ana Montenegro, Diretório Central dos Estudantes (DCE - Gestão Resistência- UNIVASF), sindicatos, diversos movimentos sociais e pessoas independentes se reúnem pelo FORA TEMER! Some-se a essa luta contra o golpe e contra o retrocesso!

Ato FORA TEMER
Praça do Bambuzinho, Petrolina
Segunda(05/09), 15h30
Portal Brasil 247

Nenhum comentário:

Postar um comentário