terça-feira, 30 de agosto de 2016

Itália resgata 6500 refugiados

Cerca de 6.500 imigrantes foram salvos na costa da Líbia durante 40 missões separadas de resgate na segunda-feira, informou a Guarda Costeira da Itália pelo Twitter, o que representa um dos maiores influxos de refugiados em um só dia até agora neste ano.
Os imigrantes lotavam dezenas de embarcações, muitas delas botes de borracha precários que se tornam perigosamente instáveis em alto mar. Acredita-se que a maioria era de africanos.
Segundo dados da Organização Internacional para as Migrações (OIM) divulgados na sexta-feira, cerca de 105 mil imigrantes chegaram à Itália até o momento em 2016, muitos deles zarpando da Líbia. Estima-se que 2.726 homens, mulheres e crianças morreram no mesmo período tentando realizar a jornada.
Aproximadamente 1.100 imigrantes foram resgatados de barcos no Estreito da Sicília no domingo enquanto tentavam chegar à Europa, disse a Guarda Costeira. Mais refugiados devem partir nesta semana devido às condições climáticas favoráveis.

A Itália está na linha de frente da crise imigratória europeia há três anos, e mais de 400 mil pessoas realizaram com sucesso a viagem do norte da África para seu território desde o início de 2014, fugindo da violência e da pobreza.
Agência Reuters

Nenhum comentário:

Postar um comentário